LOBOS

Sou, na verdade, o Lobo da Estepe, como me digo tantas vezes – aquele animal extraviado que não encontra abrigo nem na alegria nem alimento num mundo que lhe é estranho e incompreensível

Herman Hesse

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

QUANDO!





AS CRIANÇAS SÃO TRATADAS COMO TERRORISTAS-CRIMINOSAS, O MUNDO PÁRA DE ESPANTO.
E...OS HOMENS DESCERAM AO NÍVEL MAIS BAIXO DO BARBARISMO.


O caso de Ahed Tamimi fez efervescer a discussão em torno do tratamento discriminatório de crianças palestinianas, um tema para o qual as organizações internacionais de direitos humanos pedem atenção. Centenas de menores foram detidos em Israel por se insurgirem contra a ocupação da Cisjordânia.
“Por ano, são 800 crianças que passam pelos calabouços israelitas”

sábado, 10 de fevereiro de 2018

ZERO + ZERO= ZERO



SOCIEDADE PODRE




...

1 O grupo parlamentar do PCP estava reunido em Portalegre e sentiu-se na obrigação de ir visitar o Tejo, ali ao pé. Alguns deputados embarcaram num barco de um pescador de rio e ouviram o óbvio: que o Tejo está morto, morto pelas três fábricas de celuloses ali instaladas. Nem um peixe, uma lampreia, um lagostim, nada. Cabisbaixo, o deputado João Oliveira balbuciou qualquer coisa como tentar conciliar os interesses de uns com os de outros — como se, depois de ver as imagens escandalosas que todos vimos sobre o nosso maior rio transformado num esgoto de espuma verde à superfície e toneladas de sedimentos venenosos depositados no fundo, tal fosse possível. Na Assembleia da República, aliás, todos os partidos, saudaram, aliviados, a decisão do nosso meio ministro do Ambiente de prorrogar por mais 30 dias a emissão de metade dos esgotos da Celtejo para o rio (eu chamo-lhe meio ministro do Ambiente, em vez ministro do Meio Ambiente, porque ele resolve todos os problemas pela metade: resolve metade do conflito entre os taxistas e as plataformas móveis de transporte, manda derrubar só metade dos clandestinos da Ria Formosa, manda suspender metade da morte que a Celtejo envia para o Tejo, apesar do caudal deste estar a um terço do habitual).
Por uma vez, vou até elogiar o deputado do PAN, André Silva: ele foi o único, na AR, que se atreveu a dizer o que ninguém mais tem coragem de dizer: que aquelas três empresas, que só sobrevivem matando um rio, poluindo a atmosfera todos os dias e destruindo a beleza natural de uma paisagem lindíssima, deveriam ser encerradas e os seus administradores, culpados de um verdadeiro crime ambiental e que revelaram um absoluto desprezo pelo interesse público e pela saúde alheia, deveriam ser metidos na prisão. Como se estivesse perante uma piada e não perante uma verdade inconveniente, António Costa respondeu-lhe com uma sobranceria equivalente ao desprezo com que os socialistas sempre olharam para as questões do Ambiente, chamando Projectos PIN a urbanizações em terrenos da Reserva Agrícola e “espaços verdes” a campos de golfe em zonas da Reserva Ecológica Nacional. Para eles, o que distingue a sua política do Ambiente da do PSD e do CDS, é criarem um Ministério e não apenas uma Secretaria de Estado — mesmo que lá enfiem apenas meio ministro. Já para a direita, basta soltar 57 supostos linces da Malcata na Serra de Mértola (cada um dos quais custará ao Estado muito mais do que eu custarei ao longo de toda a minha vida, como já aqui expliquei), e pronto, pode compensar-se com mais uns milhares de metros quadrados de construção autorizados para as arribas do Algarve.
É na extrema-esquerda que os dilemas são mais embaraçosos. Deixemos de lado Os Verdes, que são uma continuada ficção política e verdejante. Para o PCP e o BE o drama é simples: como defender o indefensável para não ter de pagar o preço de mandar para o desemprego umas centenas, ou mesmo milhares de trabalhadores, ao serviço das fábricas de papel? Eles, que por definição e por sobrevivência eleitoral, são os defensores naturais dos trabalhadores? A resposta requer uma coragem — deles e de todos os outros — que eu não vejo ninguém ser capaz de ter daqui até às próximas legislativas. Coragem, frieza de raciocínio, sentido de futuro e uma ideia para o país. Ser capaz de contrariar uma fatalidade estabelecida. Mudar de paradigma. Uma verdadeira reforma estrutural, de que todos falam, mas ninguém exemplifica. Tudo aquilo a que não estamos habituados. Vejamos os dados do problema.
De um lado, temos a poderosíssima indústria do papel e das celuloses — que, por mérito próprio, mas também porque actua num quadro permissivo de terceiro mundo, é hoje uma referência mundial de excelência. Parabéns à Navigator, ao papel de carta, ao papel higiénico de várias cores (cujas tintas, porém, suponho que o Tejo ou outro tenha de absorver). Representam, dizem-nos, 1300 milhões de exportações na balança comercial — parabéns, outra vez. Criam não sei quantos postos de trabalho, centenas ou milhares, nas fábricas de transformação, onde os eucaliptos passam a pasta de papel. E nas suas plantações, dizem-nos também, praticamente não há incêndios. Parabéns, parabéns, parabéns.
Agora, o reverso da medalha. Não, eles não têm incêndios: têm dinheiro e dimensão suficiente para os evitar: para terem guardas, para roçarem os matos, para fazerem corta-fogos, para terem depósitos de água e um serviço próprio de actuação rápida. O problema são os pequenos proprietários, sem dimensão nem dinheiro, a quem eles convencem a plantar eucaliptos (em Pedrógão, já estão a fazê-lo outra vez a grande velocidade), e onde o negócio é simples: se houver incêndio, o prejuízo é todo dos pequenos proprietários e dos contribuintes; se não houver, é dos três grandes grupos de celuloses e dos pequenos proprietários.
A segunda questão é que o eucalipto, uma árvore endógena, como diz a sabedoria popular, “seca tudo à roda”. E seca: agricultura, silvicultura, pastorícia, caça, água, empregos no terreno, qualquer actividade humana. Vão à Serra da Ossa, à Serra de Monchique, à Serra do Cercal, que outrora deu o nome a Vila Nova de Milfontes, e contem quantas fontes, quantos animais selvagens, quantos pássaros, quantas pessoas lá encontram: zero.
O eucalipto é, por si só, o maior factor de desertificação do país, e a desertificação do país é o nosso problema número um. Não vale a pena falarem em descentralização, nem em ocupação do interior nem em valorização do mundo rural, enquanto estivermos submetidos à ditadura do eucalipto. Juntem a isso o conhecimento, hoje absolutamente indisfarçável, de que o eucalipto é, de longe, o maior factor de deflagração de incêndios: o eucalipto mata. Mata a floresta, mata casas, povoações, pessoas. E, como vimos agora, mata rios.
Mata a pesca, a agricultura, a paisagem, o turismo do interior. Com a limpeza dos rios, com as indemnizações às vítimas dos fogos, com os negócios e negociatas à volta do combate aos incêndios, só de custos directos a indústria de celuloses custa uma fortuna aos contribuintes. Mas quem se quiser deitar a pensar quanto mais custa ao país e aos contribuintes o abandono dos campos e a desertificação de todo o interior, rapidamente chegará à conclusão que 1300 milhões não são nada comparados com isso.
Restam os postos de trabalho que se perderiam. Mas chamo a atenção para os estudos recentes que têm vindo a público e que nos dizem que, com a quebra da natalidade e o envelhecimento demográfico galopante que temos, o nosso principal problema em breve vai ser a escassez de dezenas, e logo centenas, de milhares de postos de trabalho na indústria, se quisermos continuar a crescer. Só é preciso ter a coragem de mudar de paradigma. Sairmos de um pensamento de país terceiro-mundista.


MIGUEL SOUSA TAVARES

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

RETORNO À INOCÊNCIA-WAPPP!(?)







INTERACÇÕES

TERÇA-FEIRA DIA 6 DE FEVEREIRO

QUARTA-FEIRA DIA 7 DE FEVEREIRO
2018

CORPO ABSTRACÇÃO E LINGUAGEM 

ARTE PORTUGUESA APÓS ANOS 60

CCC DE CASTELO BRANCO
...
2 PERFORMANCE(S)-WAPPP(!)- E TU ÉS UMA INSPIRAÇÃO M. MANSON!
...

TU FOSTE UMA INSPIRAÇÃO MARYLIN MANSON! 

A BOLHA 
...MAS PRINCIPESCAMENTE IMAGENS (!!)  REVELADORAS DE EMOÇÕES E DO SENTIDO -LIBERDADE

14.43 MINUTOS




VIAGEM 1
objectivo




DOU INÍCIO AO TOQUE MACIO SOBRE UM TECLADO A PRECISAR DE LIMPEZA.
ESTE SERÁ UM ARTIGO, CONSTRUÍDO COM MUITOS MOMENTOS. COMO UMA BOLHA, UM "CADAVRE EXQUIS", SEM LAMENTOS E COM LAMENTOS ('!?). PEQUENAS DORES, ANUNCIAÇÕES,, GRITINHOS DE ESPANTO -MIL (K) OISAS CONSTRUÍDO. ORGANIZADO COM PEDAÇOS, INDECISÕES, ROTUNDAS, CURVAS À ESQUERDA-  DIREITA! SENTIDO PROIBIDO.
ATRÁS OBRIGATÓRIO.

 NA VIAGEM
 
ESCOLHO PARA JOGAR NÃO O ÀS MAS O CADAVRE EXQUIS. COMO UM LOBO ATENTO, NADA ME ESCAPA...POR VEZES CHOCAM-SE AS IDEIAS NUM VAI-VÊM DE  PROJECTOS ANUNCIADOS.

FICO-ME PELOS RETALHOS DO CADAVRE-EXQUIS.
NÃO NÃO É CARNAVAL, SÓ NOS CALENDÁRIOS INVENTADOS PELO HOMEM. 
JÁ AGORA, ALGUÉM SABE AS ORIGENS DO CARNAVAL (?!)

(ESPERA CADAVRE-EXQUIS, SÓ UM MOMENTO)

 O Carnaval é originário da Roma Antiga e, incorporado pelas tradições do cristianismo, passou a marcar um período de festividades que aconteciam entre o Dia de Reis e a quarta-feira anterior à Quaresma. Em Roma, a Saturnália seria a festa equivalente ao carnaval. Nela um “carro naval” percorria as ruas da cidade enquanto pessoas vestidas com máscaras realizavam jogos e brincadeiras.
Segundo outra corrente, o termo “carnaval” significa o “adeus à carne” ou “a carne nada vale” e, por isso mesmo, traz em sua significação a celebração dos prazeres terrenos. Em outras pesquisas, alguns especialistas tentam relacionar as festas carnavalescas com os rituais de adoração aos deuses egípcios Ísis e Osíris.
 Tinha um significado ligado à liberdade

 LÁ VAI ENTÃO O CADAVRE EXQUIS ( SABER! O QUE "FOI" O CADAVRE EXQUIS (?!?)
ESTÁ TUDO NA INTERNET, MAS É BOM QUE SE LEIA E SE FAÇA UMA REFLEXÃO, PARA A COISA FICAR ARRUMADINHA A UM CANTINHO DO SÓTÃO DO IMAGINÁRIO, PODERÁ SER NECESSÁRIA , LÁ MAIS PARA A FRENTE.

 Isso é um jogo chamado “cadavre exquis”, às vezes traduzido por “cadáver esquisito”, mas na verdade significa mais “cadáver divino/de bom gosto/requintado”. É uma criação coletiva inventada nos anos 1920 pelos surrealistas em Paris. Seu nome vem do resultado do primeiro jogo: “Le cadavre – exquis – boira – le vin – nouveau” (“O cadáver – requintado – beberá – o vinho – novo”).
Escrever o início de uma frase ou desenhar a parte de cima de um desenho, dobrar o papel para esconder o que você acabou de criar e passá-lo para seu vizinho. Este seguirá exactamente o mesmo procedimento para o meio da frase, o corpo da criatura ou qualquer outro tipo de composição, ignorando completamente o que a primeira pessoa colocou no papel, esconderá na sua vez e o passará para frente. Quando o papel estiver devidamente preenchido, virá o momento de descobrir o que cada um acrescentou, imaginou. O resultado será uma composição colectiva misturando vários imaginários pessoais em um todo surrealista.
...
COM SENTIDO INTRODUTÓRIO,APROVEITO O CALOR DO ENTUSIASMO, ENQUANTO ESTOU ANIMADO,  POR ALGO ANORMAL. MESMO SENDO ENTRUDO NINGUÉM ANDOU A "BRINCAR AO CARNAVAL". O ASSUNTO FOI  SÉRIO, TÃO SÉRIO, QUE NA VIAGEM DE REGRESSO SENTI AQUELA "COMICHÃO" DE CONSTRUÇÃO-QUANDO A SINTO É PORQUE ACONTECEU ALGO DE IMPORTANTE, E MARCANTE.
UMA COMICHÃO NA MENTE,,, , DÁ PARA RIR DE ORGULHO. CARPIR A  TRISTEZA,,, PORQUE ACABOU. A MAGIA, O CIRCO DAS CORES E DOS SORRISOS. ENTUSIASMANTE.  CARPIR-ME!! SEM DEPRESSÃO À MISTURA, DOENÇA DOS TEMPOS MODERNOS.
LOUCOS UM POUCO E DESTEMIDOS  (BASTANTE) SEMPRE QUE CAEM AS DITAS CUJAS SALGADAS É PORQUE ALGO DE MUITO IMPORTANTE OU DE HORRIVELMENTE MAU, ACONTECEU. INVARIAVELMENTE QUANDO CHEIRA A ESTURRO, VISA A INCOMPREENSÃO E CRUELDADE DOS SEMELHANTES. 
 CARPIR FAZ BEM, DE UMA MANEIRA OU DE OUTRA, LIBERTA O VULCÃO.
 TAMBÉM GOSTO  DE GENTE A RIR, AOS GRITOS E COM IDEIAS POSITIVAS, QUEM NÃO GOSTA...DE OS VER AOS PULOS(?!?)

MAS SUPONHAMOS:-  SE NOS APARECE UMA LOIRA PATINADA TIPO CRISTINA FERREIRA COM AQUELES GRITOS DE PARTIR CRISTAIS, GRITOS DE CANA RACHADA, ALGUÉM A QUER LEVAR PARA CASA ???... EU NÃO!

PORTANTO, PONTO 1 NÃO É NORMALIDADE NEM DEPRESSÃO QUE TRATA ESTE MOVIMENTO CULTURAL. NÃO EXISTE NEM NUNCA EXISTIU NA PLANIFICAÇÃO DE UMA ACTIVIDADE COM ESTAS CARACTERÍSTICAS ). 
FOMENTA-SE ENERGIA E DIVERSIDADE, COM JOVENS A RESSUSCITAREM DE OPORTUNIDADES PARA MOSTRAREM TUDO O QUE TÊM DENTRO DE SI ).
ONTEM E HOJE, SAÍMOS DA CAIXA COM O INTUÍDO DE TRABALHARMOS IMENSO, AQUELE (TRABALHO) QUE FICA MARCADO NO ÍNTIMO, TRABALHO INTELIGENTE, REFLEXIVO INTENCIONAL. IRÃO COM TODA A CERTEZA, APARECER MUITAS FOTOGRAFIAS QUE COM O PASSAR DOS DIAS FICARÃO ESQUECIDAS NAS MEMÓRIAS DOS COMPUTADORES, PASTAS A JUNTAR A OUTRAS PASTAS. ATÉ AO DIA DE SEREM APAGADAS, PARA LIBERTAR ESPAÇO NO DISCO. 

NO ARQUIVO DOS SENSÍVEIS A EXPERIÊNCIA TORNAR-SE- À MAIS CLARA E FORTE COM O ANDAR DOS DIAS.


COMO UMA BOLHA!
-O QUE É A "ESCOLA" (??!)


FOI UM LUGAR DE SONHO-AINDA ME RECORDO  ADOLESCENTE. PASSAVA TODOS OS DIAS a caminho da EIC,EM FRENTE AO QUARTEL DE CAVALARIA 3 (ESTREMOZ), E DESEJAVA QUE A MINHA ESCOLA, FOSSE TÃO LIMPA COMO AQUELAS INSTALAÇÕES. AMBICIONAVA AINDA MAIS LIMPEZA DO QUE AQUELA QUE ESTAVA NORMALIZADA  NAS ESCOLAS NO ESTADO NOVO. BRILHAVAM DE ORGANIZAÇÃO E RESPEITO PELOS ESPAÇOS E  PELO  EQUIPAMENTO.
 
 COMO UMA BOLHA, QUE REBENTA AO PRIMEIRO TOQUE SUAVE DA BRISA, SÃO ASSIM OS ACONTECIMENTOS, COMO OS DE HOJE.
...

O PROFESSOR DEIXOU BEM CLARO OS OBJECTIVOS DAS PERFORMANCES...

-O QUE É UMA PERFORMANCE?
-TÁ NA NET!..
MAS EU EXPLICO...OBJECTIVOS

 

 A palavra performance vem do verbo em inglês "to perform" que significa realizar, completar, executar ou efectivar. Em muitas ocasiões é usada no contexto de exibições em público, ou quando alguém desempenha algum papel no âmbito artístico, como um ator, por exemplo. 

Performance arte

A performance arte (também conhecida como performance artística) surgiu por volta da década de 1960 e consiste numa forma de expressão artística que pode incluir várias disciplinas diferentes como a música, poesia, vídeo ou teatro. Este tipo de evento poderia ser improvisado pelos artistas, e podia ter ou não um público.

 OBJECTIVOS
"DITADOS" PELO DOG -TEACHER- MMANSON


OBJECTIVOS DA ACTIVIDADE



. FAZERMOS MAIS UMA VEZ A DIFERENÇA NO ESPAÇO AULA-ESCOLA

. INTERVENÇÃO NO ESPAÇO PÚBLICO.

. FRUIÇÃO DA OPORTUNIDADE DE RELACIONAMENTO NUM ESPAÇO MUSEOLÓGICO COM AS OBRAS EXPOSTAS, DE UMA FORMA CRIATIVA, DINÂMICA E ORIGINAL.

. PERSONIFICAR UMA ESCULTURA VIVA (PERFORMANCE” NUMA EXPOSIÇÃO COM OBRAS CONTEMPORÂNEAS DE GRANDE VALOR.

. CRIARMOS UMA PERSONAGEM NA “HOMOGENEIDADE” DO GRUPO TURMA-DESTA VEZ TRATAMOS DE HARMONIA TEMÁTICA COM MÚLTIPLOS CAMINHOS

. FACE-PAINTING-TRANSFORMISMO.

. INTERACÇÃO (COMUNICAÇÃO) COM UMA OBRA ESCOLHIDA.

. APRENDIZAGEM E PRÁTICA DOS CORTES E ENQUADRAMENTOS DA FOTOGRAFIA E INDIRECTAMENTE NA PINTURA E NO DESENHO.

INTERPRETAÇÃO ESTÉTICA -NARRATIVA-SIMBÓLICA DA OBRA ESCOLHIDA

. TRATAMENTO GRÁFICO DA IMAGEM- CRIAR UMA COMPOSIÇÃO VISUAL COM TEXTO IMAGEM (WARD OU PHOTOSHOP)







TANTA E TANTA (K)OISA QUE ESTE TEACHER DOG INVENTOU E EU A PENSAR QUE SÓ IRÍAMOS FAZER MACACADA PARA MACACOS VEREM E AGLUTINAREM. 

NA VERDADE, SEMPRE QUE NA VIAGEM DE REGRESSO, AS LÁGRIMAS molham a pele, A COISA FOI IMPORTANTE.

JUNTO TODOS OS FRAGMENTOS DE ONTEM E DE HOJE, ENTRE RASGOS DE OLHARES DE SOSLAIO OU DESABAFOS MUDOS, ESTES ANDAM A BRINCAR AO CARNAVAL.



ALGUÉM (JÁ)  VIU RIR UM CHINÊS ?...





EU VI HOJE PELA PRIMEIRA VEZ, E FOI RIR DE VERDADE,,,RIU E COM VONTADE, FICOU COM O ROSTO FECHADO DE TANTO RIR. CORAJOSAMENTE TIRANDO UMA FOTO AO CÃO DE FATIOTE. NÃO COSTUMAM PÔR NO AR, AS EMOÇÕES PARA GENTE PORTUGUESA  VER.





-NÃO HÁ AÍ OSSOS PARA CÃES ? PRECISO DE UM OSSO ESTOU FAMINTO.




MUDANÇA DE CHIP, NAQUELA AVENIDA ENCONTRÁMOS DE TUDO, RECORDO OS BONS. O SORRISO DO CHINÊS, O OSSO. O CUMPRIMENTO DA PROFESSORA REFORMADA (NA LOJA DO CHINÊS)-A EMOÇÃO-NÃO É O PROFESSOR  (Í) FOI PROFESSOR DOS MEUS DOIS FILHOS, AINDA HOJE FALAM EM SI, CONTINUE A ACREDITAR,,, CONTINUE, CONTI... EEE. TEM TANTA FORÇA (!!), (mal sabe a senhora as histórias do meu ego- a bota não bate com a perdigota).



OS POLÍCIAS SORRIRAM , E FIZERAM ALGUNS COMENTÁRIOS. TODOS OS POLICIAS COM QUE" ESBARRÁMOS", INTERAGIRAM, O QUE SE  TORNA NUMA CONTRADIÇÃO- NOS MEUS TEMPOS OS POLÍCIAS ERAM TODOS SÉRIOS.


O COLEGA ATAREFADO NÃO TEVE UM RELES MINUTO PARA OUVIR O CÃO  LADRAR -(ERA SÓ) UM PEDIDO E DUAS INFORMAÇÕES. GENTE MODERNA, SEM TEMPO.CANSADOS DA BOA VIDA...



OS CIGANOS QUISERAM DESPACHAR-NOS  AS MULHERES EM TROCA POR TROCA, DAS ALUNAS DE PIJAMA.

 A METRALHADORA DE CARTÃO TEVE QUE IR À ESQUADRA OU LÁ POR PERTO E SER METIDA NUM SACO DOS GRANDES DA LOJA DO CHINÊS, PARA PODER VOLTAR ÀS ORIGENS-ESTE DUARTE É UM TALENTO NA CONSTRUÇÃO. UM ENGENHEIRO PERFECCIONISTA. FEZ-ME LEMBRAR AS UVAS PINTADAS PELO PINTOR GREGO APELES-

PINTADAS TÃO fielmente que logo os pássaros se aproximaram e as começaram a debicar no quadro.

...

COMO UMA BOLHA SENSÍVEL...
O QUE É A ESCOLA ...
-FOI UM LUGAR DE SONHO.

ALGUÉM SABE O PREÇO DESTA LIBERDADE.  ('!)
-SÓ ME RECORDO DE UM , A angústia misturada com a felicidade, NO REGRESSO. -TERMINOU, COISA IMPORTANTE MARCANTE. O TRABALHO SERÁ REFLECTIDO PELAS MUITAS E MUITAS FOTOS,  ESCOLHAS DOS ALUNOS E ALUNAS DAS DUAS TURMAS- GESTOS CORPOS E MUITA LIBERDADE USUFRUÍDA E OFERECIDA EMBRULHADA DE RESPONSABILIDADE.

O CONFRONTO DOS CORPOS E DOS GESTOS , COM AS TELAS ADORMECIDAS...

TUDO ISTO SE PASSOU NUMA ESCOLA, NUM ESPAÇO MUSEOLÓGICO, ALGURES NUM RECANTO DE UM PAÍS POBRE CONFUNDIDO PELOS AMERICANOS COMO UMA PROVÍNCIA DA GRANDE ESPANHA. ESTE PEDAÇO DE TERRA BANHADA PELO MAR SITUA-SE NUMA BOLINHA MINÚSCULA NO MEIO DO VASTO E ESCURO ESPAÇO INFINITO. BOLINHA ESTA DO TAMANHO DE UM GRÃOZINHO DE AREIA, É TÃO PEQUENINA QUE NENHUMA DAS CIVILIZAÇÕES EVOLUÍDAS, EXISTENTES EM OUTRAS GALÁXIAS, SE PREOCUPOU ATÉ HOJE EM CONTACTAR-NOS. SOMOS NA REALIDADE COMO FORMIGAS MINÚSCULAS PERMANENTEMENTE EM GUERRAS DESTRUTIVAS À PROCURA DO QUE NÃO EXISTE, TEMOS HÁBITOS DEMOLIDORES QUE DEITAM ABAIXO TUDO O QUE A GRANDE-MÃE NOS OFERECEU DE BORLA. 
NUM TEMPO EM QUE A JUSTIÇA, COMO TODA A ORGANIZAÇÃO SOCIAL, SE TORNARAM INDIGNAS DE CONFIANÇA.
EM QUEM DEVEMOS ACREDITAR ? SÓ EM MOMENTOS COMO OS QUE PASSÁMOS, NASCIDOS DA EMOÇÃO E DO ENTUSIASMO. E que a vida debaixo do SOL não será para sempre.


QUERO CRER, QUE "ESTA ESCOLA", TÃO INUTILMENTE SONHADA, VENHA COM ESTES e outros GESTOS. DEIXAR SEMENTE NOS CORPOS  E ESPÍRITOS DOS QUE PARTICIPARAM E CONSTRUÍRAM ESTES DOIS MOMENTOS. QUE FAÇAM A SUA VIDA COM FEITOS DE PAIXÃO. APAIXONEM-SE. TENHAM A CAPACIDADE DE CRIAREM BOA ARTE. ERREM MUITAS VEZES PARA DEPOIS SE REINVENTAREM. CAIAM AS VEZES QUE FOREM NECESSÁRIAS, MAS LEVANTEM-SE. E LUTEM CONSTRUINDO UMA VEZ MAIS UMA NOVA ESCOLA, E QUE TENHAM A SORTE DE ELA SER DE SONHO , COMO EU A VIVI COMO ALUNO E OS PRIMEIROS VINTE ANOS DE PROFESSOR.


DEMONIACAMENTE BELO! 

OS DEMÓNIOS VOLTARAM A JUNTAR-SE!...

(BLACKTULIP)


 




AGORA VAMOS REBENTAR A BOLHA E ENCAREMOS OS FEITOS DOS ALUNOS /AS, DAS DUAS GRANDES TURMAS.



A IDEIA

ALGUÉM SABE COMO NASCE UMA IDEIA (???).

HONRAS À Cristiana KAPINHA E À ANA

UMA IDEIA APARECE QUANDO AS PESSOAS TÊM CORAGEM, EM LIBERDADE. EMERGE DO NADA, PORQUE SE SENTEM ACEITES E QUEREM ACRESCENTAR UMA PEDRA AO GRANDE MURO DO CONHECIMENTO.

A  VIAGEM


 

















DOIS GRUPOS

DUAS DISTINTAS TURMAS , UMA DELAS, O 12ºAVIS CONVIVEM COMIGO HÁ QUASE TRÊS TEMPORADAS, E CONSIDERO UM DOS GRUPOS,  COM MAIS CONHECIMENTOS PARA O FUTURO, DOS MEUS 28 ANOS DE SECUNDÁRIO. DESTACA-SE UM PORMENOR QUE FORTALECE ESTA MINHA CERTEZA. NÃO HÁ VEDETAS, NEM "ARTISTAS" ASSUMIDOS, SÃO O QUE CHAMO OPERÁRIOS DA MENTE , CADA UM  NO SEU PATAMAR, HÁ ALUNOS CRIATIVOS, OUTROS TECNICAMENTE COMPLETOS E OUTROS AINDA COM MAIS DIFICULDADES, MAS CONTINUAM NA LUTA SEM DESISTÊNCIA À VISTA.











 









  







CONSEGUIMOS, NESTES 3 ANOS,, CONCRETIZAR UMA VIAGEM  ABRANGENTE ,,, A TODOS OS CANTINHOS DO ENSINO-APRENDIZAGEM... ARTES. 
COMEÇÁMOS DE ALMOFADA NA MÃO E TERMINAMOS DE ALMOFADA NA MÃO- NESTE CIRCULO QUASE FECHADO, FIZEMOS HISTÓRIA E ARQUIVÁMOS BOAS MEMÓRIAS,
...

 A IDEIA...


-PORQUE NÃO VIMOS UM DIA DESTES DE PIJAMA PARA A AULA (?) (ANA. Set017)

-CALA-TE, AGUENTA-TE SEM ESPALHARES AOS VENTOS... IDEIA MARAVILHOSA.


PERFORMANCE WAPPP! RETORNO À INOCÊNCIA.

ACRESCENTEI EM SENTIDO DIRECTO- DOG´S LIFE,

 ...


“GOOD MORNING MR. MANSON!” 

 TU ÉS UMA INSPIRAÇÃO!!!


O DÉCIMO PRIMEIRO, TURMA QUE CHEGOU ESTE ANO À 23A. JÁ NOS CONHECÍAMOS DO ARMAZÉM 55 E DA CONTEMPORANEIDADE NA ARTE DO ANO ANTERIOR. ESTAMOS NESTE MOMENTO NUM PATAMAR DE RAZOÁVEL QUALIDADE-DILUÍRAM-SE AS DESCONFIANÇAS E OS MEDOS QUE UM PRIMEIRO CONTACTO COM PROFESSOR E MÉTODO NOVO CARREGA EM SI. TURMA COM POUCOS ALUNOS E GENTE QUE QUER TRABALHAR A SÉRIO, OUTROS AINDA NÃO CONSEGUIRAM ORGANIZAR -SE E A CONCENTRAÇÃO ANDA LONGE. FORAM OUSADOS /AS NA PROVOCAÇÃO QUE LHES FIZ, ASSIM COMO O TINHAM SIDO NO ANO ANTERIOR. AINDA NOS FALTA UM LONGO CAMINHO A PERCORRER ATÉ AO FINAL DO DÉCIMO 12ºANO. MAS O GRUPO ESTÁ PRONTO A ENFRENTAR TODAS AS EXIGÊNCIAS, ASSIM O DEMONSTRARAM COM O EMPENHO REVELADO NO DIA DE TERÇA-FEIRA  COM MMANSON DEBAIXO DE OLHO.




INTERACÇÕES
MM - TU ÉS UMA INSPIRAÇÃO!








...


VIAGENS




















WAPPP!

O TALENTO DE TODOS E DE TIAGUSART
























...

... O AGRADECIMENTO DE TODOS ÀS GENTES DO CENTRO DE CULTURA CONTEMPORÂNEA DE CASTELO BRANCO, USUFRUÍMOS DO ESPAÇO E DAS OBRAS em total liberdade.



Extensíveis 

AO TIAGUSART - no que respeita à IMAGEM ESTÁ NO ponto + ALTO do  MONTE OLIMPO.

-RAQUEL E À DALILA DO 9ºA QUE ESCOLHERAM OMBREAR COM GENTE GRANDE.



- BLACK TULIP SUN, E MIGUEL APOLO ANTIGOS ALUNOS DE ARTES, QUE DIZEM -PRESENTE! SEMPRE QUE SÃO SOLICITADOS.




- PROFESSORA CONCEIÇÃO NEVES QUE ME CEDEU UMA AULA PARA QUE A TURMA TIVESSE O TEMPO NECESSÁRIO PARA ESTA GRANDE AVENTURA

ÀS GENTES DA RUA QUE SORRIRAM COM ALEGRIA COM A NOSSA PASSAGEM.

E AO CHINÊS DA LOJA DA AVENIDA,,,QUE FOI EMOÇÃO.














É MUITO ESTIMULANTE O PROCESSO CRIATIVO, O ACTO DE CRIAR  É EXTRAORDINÁRIO, A REINVENÇÃO, A NOVA ABORDAGEM...

  16.04 MINUTOS.

EM GRANDE!  AVENTURA PARA (TAMBÉM) PROVOCAR AS PALERMICES CARNAVALESCAS PRÓPRIAS DESTA ÉPOCA. INTERVINDO NUM ESPAÇO DE CULTURA E PERANTE A OBRA DE ARTE, EM TOTAL LIBERDADE, CRIARAM UMA ATMOSFERA CRIATIVA. ISSO SIM, É UM HINO À CRIATIVIDADE. MEU CARO AMIGO ÁLVARO, EU TENHO QUE FELICITÁ-LO PELA SUA IRREVERÊNCIA CRIATIVA, PELA FORMA INTELIGENTE E ARTÍSTICA COM QUE PÕE OS JOVENS A TRABALHAR, A INTERVIR, EXPLICANDO-LHES POR ACÇÃO E NÃO EM TEORIA, O QUE É A CRIATIVIDADE, O QUE É A INTERVENÇÃO ARTÍSTICA - A PERFORMANCE!

PINTOR LUÍS FERNANDES 8/ FEVEREIRO DE 2018


...